Simpósio Internacional sobre o Abuso de Álcool

7 anos atrás - Relacionamento Institucional

Aconteceu em São Paulo, nos dias 11 e 12 de novembro, o Simpósio Internacional Sobre o Abuso de Álcool: Prevenção, Intervenção e Políticas Públicas, no qual Luiz Carlos Medolago e Gabriela Alves da Silva, conselheiro e psicóloga da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota, respectivamente, representaram o Instituto Bairral. O encontro proporcionou a ambos tomar conhecimento de dados muito relevantes, decorrentes de pesquisas nacionais e internacionais, além de participar de discussões sobre o tema. Uma de suas finalidades foi alertar entidades públicas, instituições, estudantes, profissionais e a mídia sobre o impacto do álcool na sociedade, e, dessa forma, propor aos participantes a reflexão sobre a gravidade do abuso do consumo de álcool do ponto de vista da saúde pessoal e pública.

Alguns palestrantes, como o americano James C. Anthony, enfatizaram aspectos que estimulam o uso, tais como início da exposição/acesso, quadros clínicos e consequências negativas na vida do indivíduo, entre outros. O dinamarquês SebastiénTutenges discorreu sobre o termo “effervescence” (sentimento de comunhão com outros grupos, conexões, sentir-se parte de um coletivo) e os seus estados na adolescência, associados ao uso de álcool. Já a organizadora do simpósio, Zila M. Sanchez, trouxe aos convidados um estudo sobre o abuso de álcool na noite paulistana, aolongo do qual entrevistaram os participantes “baladeiros” durante e após a balada com o intuito de compreender a cultura e o local onde ocorrem as “bebedeiras”, assim como o perfil destes bebedores. Em seguida, Clarice Sandi Madruga apresentou os dados do II Levantamento Nacional Sobre o Consumo de Álcool; em função dos números comentados, afirmou que há 6 anos não se registra aumento da quantidade de pessoas que bebem, porém 50% dessa população brasileira que bebe têm mostrado um aumento significativo com relação à quantidade de binges (uso de 4 unidades de bebida para mulheres e 5 para homens ingeridas num intervalo de 2 horas) da população feminina e masculina, sendo que entre as mulheres este aumento aparece de forma mais intensa.

As informações absorvidas nesses dois dias foram muito esclarecedoras e também alarmantes, impulsionando muitas ideias e reflexões sobre o assunto. E o material exposto no evento ofereceu mais ferramentas, argumentos, críticas e metodologia para uma melhor aplicabilidade no dia-a-dia junto aos pacientes e à comunidade terapêutica como um todo.

Mais informações sobre esse simpósio e os seus palestrantes podem ser encontradas pelo link: http://www.proex.unifesp.br/eventos/eventos13/abuso_alcool/index.php/apresentacao.

Luiz Carlos Medolago e Gabriela Alves da Silva

Luiz Carlos Medolago e Gabriela Alves da Silva