Congresso da ABP: Bairral presente na Seção Pôster

5 anos atrás - Relacionamento Institucional, Simpósios

Vários profissionais do Instituto Bairral de Psiquiatria estiveram presentes no XXXIII Congresso Brasileiro de Psiquiatria, organizado pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e realizado em Florianópolis (SC) entre os dias 4 e 7 de novembro, conforme já postamos neste blog em 26 de novembro. O evento contou com cerca de 7.000 participantes e caracterizou-se, sobretudo, pelo alto nível científico das palestras.

No dia 6 de novembro a terapeuta ocupacional Aline Coraça Trevelin apresentou na Seção Pôster daquele evento o trabalho que vem sendo desenvolvido no setor de Dependência Química do Prédio Central (setor SUS) do Instituto Bairral. Esse trabalho foi elaborado por Aline juntamente com a terapeuta ocupacional Juliana Cristina dos Santos Ribeiro.

O pôster produzido pelas duas profissionais busca demonstrar uma proposta de desenvolvimento da prática clinica da Terapia Ocupacional com pacientes dependentes de drogas ilícitas, focada principalmente no adoecimento ocupacional vivido por esses indivíduos, usando como base a teoria dos Estágios Motivacionais.

Por meio dessa referência, o grupo é conduzido considerando a necessidade demonstrada durante quatro fases: pré-contemplação, contemplação, ação e manutenção. A proposta abrange cerca de 80 pacientes internados de forma predominantemente voluntária em hospital psiquiátrico por um período médio de 60 dias.

Pretende-se que, durante esse período, ao alcançar as quatro fases, o paciente esteja preparado para a alta e com um planejamento de sua rotina extra-hospitalar, a qual visará à continuidade em serviços da rede como Caps AD, grupos de ajuda mútua, república, etc.

A reestruturação da vida ocupacional, de acordo com as demandas do indivíduo, é uma das principais metas do trabalho, visto que, além de constituir um indicativo de saúde, auxiliará como um fator de promoção e proteção da saúde do paciente após sua alta médica.

O número crescente de usuários de substâncias psiquicamente ativas e o consequente impacto na saúde e na esfera social nos levam a buscar estratégias de atendimento em saúde que tenham como objetivo alcançar a complexa demanda de tais pacientes.

Aline Coraça Trevelin (Terapeuta Ocupacional) e Juliana Cristina dos Santos. Ribeiro (Terapeuta Ocupacional), presente no Congresso Brasileiro de Psiquiatria.

Aline Coraça Trevelin (Terapeuta Ocupacional) e Juliana Cristina dos Santos. Ribeiro (Terapeuta Ocupacional), presente no Congresso Brasileiro de Psiquiatria.