“As Horas” foi o filme debatido no Cine Psiquiatria em novembro

5 anos atrás - Bastidores

O Cine Psiquiatria do mês de novembro contou com a mediação da psiquiatra e preceptora da Residência em Psiquiatria do Instituto Bairral Dra. Viviane Franco para discutir o drama “As Horas” (2002), ganhador do Oscar de melhor atriz para Nicole Kidman no papel da escritora Virginia Wolf. Este filme, dirigido por Stephen Daldry com roteiro adaptado por David Hare, foi baseado no livro homônimo de Michael Cunningham e fala essencialmente de diferentes quadros de depressão e de humor de três mulheres em distintos momentos culturais e históricos das personagens, mas também sobre o livre arbítrio, sobre o suicídio e especialmente sobre como cada decisão que tomamos afeta o destino de cada um de nós e também das pessoas que estão ao nosso redor.

É um longa-metragem ferino, repleto de boas atuações, intensamente emocional, sincero por demais e, em alguns momentos, muito difícil de se acompanhar, mas que revela determinadas facetas daquilo que constitui o humano. As sessões do Cine Psiquiatria têm recebido principalmente a participação dos médicos-residentes de Psiquiatria do Instituto Bairral; espera-se, porém, ampliar o seu público com a participação de outros funcionários e colaboradores da instituição. Isto porque os organizadores desta atividade acreditam que o cinema representa uma das formas mais potentes e substanciais de comunicação de massa, exercendo uma influência muito significativa sobre as percepções e crenças do grande público, e porque o cinema e a Psiquiatria têm uma forte conexão, quer seja nos filmes, mostrando as mais diversas faces da “loucura”, quer seja revelando a diversidade dos comportamentos humanos.

“As Horas” foi o filme debatido no Cine Psiquiatria pelos Residentes

“As Horas” foi o filme debatido no Cine Psiquiatria pelos Residentes